.


quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Produtores são criticados por forçarem cachorro a entrar na água em gravação de filme

O cachorro é forçado a entrar na água para a cena

Produtores do filme norte-americano “ADog's Purpose”, que no Brasil se chama “Quatro vidas de um cachorro”, estão sendo amplamente criticados por defensores de animais depois que um vídeo mostra um cão sendo obrigado a entrar na água numa gravação. Aterrorizado, o pastor alemão luta para não entrar na correnteza, numa das cenas que pode ser vista até mesmo no trailer do filme.
Segundo o “TMZ”, um representante da American Humane Association, organização que protege os animais, foi suspenso por não interferir na cena. O site obteve um vídeo que mostra a agonia do cachorro enquanto é possível ouvir alguém gritando “corta”.


Ainda segundo a publicação, o diretor do filme, Lasse Hallstrom, estava presente no momento da filmagem. Acredita-se que a cena tenha sido gravada em novembro de 2015 perto de Winnipeg, no Canadá. O ator Josh Gad, que fez a voz do cachorro, lamentou: “Estou abalado e triste por ver qualquer animal colocado em uma situação contra a sua vontade”, disse.
A PETA, maior organização de defesa dos animais, defendeu o boicote ao filme. “A PETA está convidando os amantes de cães a boicotar o filme para enviar a mensagem de que cães e outros animais devem ser tratados com humanidade, e não como adereços de filmes”, afirmou o órgão.
Os produtores do filme, Amblin Partners e Universal Pictures, disseram que vão analisar as imagens. “Promover um ambiente seguro e garantir o tratamento ético de nossos atores animais foi de extrema importância para aqueles envolvidos na realização deste filme e vamos analisar as circunstâncias em torno deste vídeo”, informaram.

EXTRA / O GLOBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário