quarta-feira, 19 de julho de 2017

Corpos de casal desaparecido desde 1942 são encontrados após derretimento de geleira


Os corpos de um casal foram encontrados 75 anos depois de seu desaparecimento nos Alpes Suíços. Marcelin e Francine Dumolin foram ordenhar suas vagas em um prado que ficava acima de suas casas, no cantão de Valais, em 5 de agosto de 1942, e nunca retornaram.
Depois do derretimento de uma geleira, os corpos foram encontrados recém-emersos do gelo derretido. De acordo com a Reuters, citada pelo Uol, um funcionário do resort Glacier 3000 fez a descoberta na última semana, próximo a uma torre de ski na geleira Tsanfleuron. “Estavam deitados um ao lado do outro. Era um homem e uma mulher usando roupas da época da II Guerra Mundial. Estavam perfeitamente preservados na geleira, seus pertences estavam intactos”, disse Bernard Tschannen, diretor do resort.


De acordo com o funcionário, sua equipe acreditava que o casal teria caído num crevasse, fenda natural que surge em geleiras, sendo soterrado por neve. Ao longo do tempo, o derretimento do gelo revelou os corpos. A filha do casal, Marceline Udry-Dumoulin, hoje com 79 anos, comemorou o encontro dos pais. Para o funeral, ela garantiu que não usará preto, mas sim branco. “Representa esperança, que nunca perdi”, disse.
O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário