.


Image and video hosting by TinyPic

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Salvador; Prefeito anuncia integração de linhas de ônibus com metrô: “A partir de amanhã”



Na manhã desta quarta-feira (09), o prefeito ACM Neto (DEM) anunciou, no Palácio Thomé de Souza, ao lado do secretário de mobilidade Fábio Mota, a integração plena entre as linhas de ônibus e o metrô da capital baiana.

Além de destacar a racionalidade, o ganho de tempo e o aumento na produtividade, a medida foi apontada pelo prefeito como o ponto final em qualquer dúvida ou discussão politizada que tenha sido gerada sobre o assunto.



“Estamos acatando a remuneração de R$ 1,42 até que as análises sejam finalizadas. Então, acaba aqui qualquer risco ou celeuma. O início da reestruturação no transporte público vai gerar racionalidade, ganho de tempo e conceder produtividade. Como nunca quis politizar, resolvi antecipar esse anúncio. A partir de implementação, vamos trabalhar para concluir a quarta fase o quanto antes. Quase metade das linhas da cidade serão redesenhadas. O propósito, fundamental é garantir a integração e a melhoria e a racionalização dos ônibus. Não estamos falando aqui em cortes, mas um redesenho, entendendo o metrô como um coração que se desenha dentro do principal modal da cidade”, apontou Neto.

Ainda na ocasião, o gestor pediu a compreensão da população, diante da medida que já entra em vigor nesta quinta (10).

“A partir de amanhã, qualquer passageiro poderá utilizar qualquer linha do metrô e pegar apenas uma passagem. É um trabalho progressivo e, portanto, precisamos da compreensão de toda a população, de toda a comunidade, já que isso vai afetar diretamente o dia-a-dia das pessoas”, finalizou.

Após o anúncio, o secretário Fábio Mota esclareceu os objetivos no projeto de reestruturação do trânsito na capital baiana. A ampliação na oferta de serviços e a melhoria na qualidade foram os principais tópicos. Em números, são esperados: aumento da frequência de viagem nos horários de pico (50% em média), redução no tempo de espera nos pontos e terminais (40% em média) e redução dos tempo de viagem (40% em média). Entre as mudanças, a criação do ramal Alto do Peru, com extensão de 11,5 km, e do Saboeiro.

VN

Nenhum comentário:

Postar um comentário