.


Image and video hosting by TinyPic

Image and video hosting by TinyPic

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

JACOBINA: COM PROBLEMAS MECÂNICOS SÉRIOS, UNIDADE AVANÇADA DO SAMU É ENCOSTADA NA GARAGEM DA PREFEITURA



13/09/17- 14h17- Reeditada -Com problemas mecânicos graves, a ambulância avançada do SAMU de Jacobina encontra-se encostada no pátio da garagem do município. Segundo informações extraoficiais passadas a nossa redação, o motor do veículo fundiu e, SUPOSTAMENTE, chegou-se a conclusão que a despesa de se recuperar a unidade seria muito alta e não compensaria, por este motivo a ambulância foi encostada e está inclusive sem as rodas dianteiras. Nossa redação esteve na base do SAMU a procura da coordenadora da equipe local, Enfermeira Adelina,  mas ela não se encontrava. Solicitamos número de seu celular, corporativo ou pessoal, para tentar obter mais detalhes da situação mas o enfermeiro de plantão disse que não tinha autorização para fornecer o número, bem como não poderia comentar sobre o assunto.

A informação " extraoficial" nos passada até o momento é que esta ambulância, supostamente, não voltará a rodar , e que a a Secretaria de Saúde do município aguarda a troca do veículo junto ao Ministério da Saúde. Não nos foi informado o tempo exato que a unidade está parada , mas que com certeza tem mais que trinta dias.





De acordo com os critérios do Ministério da Saúde as ambulâncias só podem ser trocadas a cada 100.000 KM ou quatro anos de uso, e as unidades locais atendem aos dois critérios, mas como o SAMU de Jacobina demorou de ser regulamentado, oficialmente as exigências para a troca ainda não foram alcançados. Vale lembrar que o SAMU em Jacobina rodou aproximadamente dois anos da Gestão Valdice Castro como sendo a tal de " SAMU LOCAL" que para o Ministério da Saúde não tinha validade nenhuma, por conseguinte este tempo de uso não foi reconhecido. Só na Gestão Rui Macedo é que a regularização aconteceu.

Fato é que tanto esta ambulância que está parada na garagem da prefeitura quanto a que ainda roda na cidade estão sucateadas, com vários problemas mecânicos e com desgaste avançado, e o serviço do SAMU da cidade está deficitário. E pra piorar a situação, diferentemente do que era feito antes em situações de falha mecânica nas unidades do SAMU,  quando se usava uma ambulância básica do município para suprir a lacuna do serviço, artifício este inclusive utilizado diversas vezes nas gestões anteriores, hoje está terminantemente proibido pela regulação, ou seja, se quebrou, a população vai sofrer com a falta do serviço, até que o problema seja resolvido, um problema grave para a população, sem falar que a ambulância que está parada é justamente a unidade avançada, que funciona como  UTI móvel,  equipadas com o Sistema Tele-Eletrocardiografia Digital, tecnologia de ponta que ajuda a salvar vítimas de doenças cardiovasculares graves, como infarto e arritmia e etc. As Unidades de Suporte Básico atendem aos casos de menor complexidade e contam com equipamento básico de suporte à vida.

Há informações de que a atual gestão já teria tentado fazer a substituição das unidades recentemente, mas não obteve êxito. Enquanto isso a esperança é que o impasse seja resolvido rapidamente, pois os serviços do SAMU são indispensáveis a população, e podem ser o fiel da balança, a diferença entre a vida e a morte de algum cidadão que venha a precisar de socorro especializado.

Bahia Acontece

Nenhum comentário:

Postar um comentário