domingo, 8 de abril de 2018

Investigações apontam: Jovem assassinado na Jacobina IV tinha passagem na polícia


08/04/18- As investigações sobre o assassinato do jovem Anderson Ferreira de Jesus, mais conhecido como Nego Anderson, ocorrido na noite  de sábado, 07, no bairro Jacobina IV seguem em curso na Polícia Civil, sob comando do Dr Cleber Azevedo. Segundo informações levantadas pela redação do BA, Anderson já tinha passagem pela delegacia de da cidade, sendo enquadrado pela Lei Maria da Penha. Segundo consta ele foi preso anteriormente após ameaçar a mãe e quebrar os móveis da casa da genitora. Comentários no bairro davam conta que ele era conhecido por ter o pavio curto e não levar desaforo para casa. Populares comentaram  ainda no local do crime que o jovem supostamente tinha envolvimento com o tráfico, no entanto, segundo a polícia, ainda não há elementos que corroborem esta informação inicialmente.


Um fato que chamou a atenção dos presentes no local do crime foi que, apesar da vítima morar no mesmo bairro onde foi morto, Jacobina IV, nenhum parente dele esteve no onde estava seu corpo, apenas o documento de identificação foi entregue a polícia.  

A autoria e motivação do crime ainda não foram esclarecidas. Pela forma que o jovem foi morto fica caracterizado crime de execução, sendo apontados pelo laudo pericial que ele foi alvejado por 10 disparos de pistola 380 e 9mm em várias partes do corpo; coxas tórax e principalmente no rosto. As investigações agora seguem sob a responsabilidade do SI da delegacia de Jacobina, no comando da delegada titular do município, Dra Manoela Rodrigues.

Bahia Acontece

Nenhum comentário:

Postar um comentário