segunda-feira, 13 de março de 2017

Jogador acusa técnico do Jacuipense de racismo: 'me chamou de macaco'


Resultado de imagem para volante camaronês Koffi


O Jacuipense venceu o Flamengo de Guanambi por 2x1, no domingo (13), mas um fato extracampo chamou mais atenção que o placar esportivo no estádio Eliel Martins, em Riachão do Jacuípe. O volante camaronês Koffi, do Flamengo, acusa de racismo o técnico Clebson Araújo, do Jacuipense.
O fato aconteceu após uma dividida em que Koffi deu um bico na bola para fora e ela passou perto do técnico Clebson Araújo, que teria se irritado e insultado o jogador com o termo “macaco”.
“Eu antecipei a bola e, quando eu roubei, a bola foi saindo do campo. Aí eu dei um chutão perto dele. Quando eu dei um chutão ele começou a me xingar. Chamou de filho da puta, vá tomar no c..., macaco. Ele falou desse jeito aí. Até agora está na minha cabeça o que ele falou”.
CORREIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário