.


Image and video hosting by TinyPic

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Mais de 50 mil trabalhadores de aeroportos ao redor do país vão paralisar atividades no dia 28


Profissionais ligados ao Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA), que representa a classe em quase todos os aeroportos do Brasil – com exceção dos de São Paulo, do Recife, Porto Alegre e Manaus – decidiram, nesta terça-feira (25), pela adesão à greve geral desta sexta (28). Ao todo, são mais de 50 mil funcionários que vão cruzar os braços, entre responsáveis pelo setor de informações, pelo check-in das companhias aéreas, no embarque e desembarque de passageiros. O SNA não informou a partir de que horas começa a paralisação da categoria, mas declarou que seus dirigentes sindicais estarão nos aeroportos ligados ao sindicato “no início turno da manhã” para organizar as paralisações. Organizada pelas maiores centrais sindicais do país, como a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Força Sindical, o ato se voltará contra o combo das reformas da Previdência e trabalhista proposto pelo Planalto.

UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário