.


Image and video hosting by TinyPic

Image and video hosting by TinyPic

terça-feira, 23 de maio de 2017

Morre Roger Moore, o eterno agente 007

Slide 14 de 21: Roger Moore em cena de ação em 1985.

O ator britânico Roger Moore, que ficou conhecido internacionalmente por interpretar o agente secreto James Bond, morreu nesta terça-feira, aos 89 anos, informou sua família na conta oficial do ator no Twitter.
Os 12 anos de Moore como James Bond o tornaram milionário, assim como em um destruidor de corações por todo mundo. "É com o coração muito pesado que nós precisamos anunciar que o nosso amado pai, sir Roger Moore, faleceu hoje na Suíça após uma curta, mas corajosa, batalha contra o câncer", anunciaram seus três filhos em comunicado no Twitter.


Filho de um policial londrino, Moore disse uma vez que a imagem de alta elite que interpretava tanto dentro como fora das telas era um disfarce cuidadosamente criado para sua timidez. Ele também disse que ficava aterrorizado com as cenas de sexo que eram parte importante dos filmes de James Bond. 
(Foto) Roger Moore se tornou um dos atores mais populares em 1968 ao interpretar Simon Templar.

A grande revelação de Moore como ator aconteceu em 1962, quando conquistou o papel homônimo da popular série de televisão "The Saint". No papel, Moore aperfeiçoou sua imagem do homem britânico urbano com uma torrente de donzelas para resgatar. Em 1973 veio o cobiçado papel de James Bond, o espião 007 escrito por Ian Fleming, que conquistou cinéfilos por todo o mundo.
Estima-se que Moore ganhou 14 milhões de libras (cerca de 22 milhões de dólares) com os filmes de James Bond. Após passar adiante o papel de Bond para Timothy Dalton, Moore entrou em semi-aposentadoria, vivendo uma vida milionária e viajando entre suas casas em Los Angeles, na Suíça e no sul da França. Em 1991, ele se tornou um embaixador para o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). Moore deixa viúva sua quarta esposa, a socialite escandinava Kristina "Kiki" Tholstrup, com quem casou em 2002.

Nenhum comentário:

Postar um comentário