.


Image and video hosting by TinyPic

Image and video hosting by TinyPic

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Rojões atingem acampamento de militantes pró-Lula em Curitiba; veja o vídeo


Durante a madrugada desta quarta-feira (10), rojões atingiram o acampamento de militantes pró-Lula do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), montado ao lado da Rodoferroviária de Curitiba.
Os manifestantes montaram as barracas na noite dessa terça-feira (9) em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que prestará depoimento nesta quarta, às 14h, ao juiz federal Sérgio Moro como réu no processo que investiga o pagamento de propina por meio de um triplex no Guarujá, no litoral de São Paulo.


Segundo informações divulgadas pelo site da "Veja", os rojões chegaram a atingir ao menos uma barraca, que ficou em chamas. Além disso, o fogos feriram um homem reconhecido como Maicon. Ele foi socorrido e encaminhado a um hospital da região.
Defesa
A defesa de Lula solicitou a suspensão da ação penal e o adiamento do interrogatório, que foram negados pelo juiz Nivaldo Brunoni, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) nessa terça. A defesa do réu solicitou ainda que Moro fosse impedido de julgar o ex-presidente.
Será a primeira vez em que Lula e Moro ficarão frente a frente desde o início da Lava Jato, e ocorre em meio a um clima de tensão do lado de fora. Ao menos 20 ônibus com manifestantes a favor do petista desembarcaram na capital paranaense na véspera do depoimento. Há também a expectativa de manifestações contra Lula.
Chegada dos Sem-Terra
Segundo o MST, cerca de 4 mil militantes chegaram na noite de terça em Curitiba e estão concentrados no pátio dos rodoferroviários, no centro da cidade, para uma vigília em apoio ao ex-presidente. No local foram montadas barracas, além de cozinhas comunitárias para atender os manifestantes.
Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário