.


Image and video hosting by TinyPic

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Brasileiro ligado a Telexfree é detido nos EUA com U$$ 20 milhões escondidos em colchão


Brasileiro é detido nos EUA com U$$ 20 milhões escondidos em colchão
Um brasileiro de 28 anos foi preso no estado de Massachusetts, nos Estados Unidos, acusado de lavagem de dinheiro em conexão com um esquema multibilionário de fraude global. Na residência de Cléber Rene Rizério Rocha, a polícia encontrou U$$ 20 milhões escondidos sob um colchão. Procuradores federais de Boston apontam Rocha como um dos responsáveis pelo esquema de pirâmide ligado à TelexFree, que se identificava aos clientes como uma companhia de internet e telecomunicações. A prisão do brasileiro está ligada à sede da empresa em Marlborough, Massachusetts, que vendia serviços de voz sobre Internet (Voip) e, na verdade, funcionava como lugar para lavagem de dinheiro. A TelexFree pediu falência em abril de 2014, com dívida de 5 bilhões de dólares e, de acordo com os procuradores, cerca de 965 mil vítimas nos EUA, Brasil e outros países perderam 1,76 bilhão de dólares com o fracasso da companhia. Um dos fundadores da empresa foi preso nos país norte americano em maio de 2014. Wanzeler, outro fundador, fugiu para o Brasil no mesmo ano e não pode ser extraditado. Em 31 de dezembro de 2016, Rocha foi para os Estados Unidos com o intuito de atuar como mensageiro de Wanzeler, que está fora do país. A polícia desconfiou do esquema e passou a investigar o brasileiro. Cléber Rocha vai permanecer preso nos EUA, onde será julgado.
G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário