.


sábado, 6 de maio de 2017

Capim Grosso: Policia Civil conclui inquérito e prende autores de Roubo e Cárcere Privado contra a família de Empresário

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé

05/05/17- A Policia Civil em Capim Grosso, concluiu, após três meses, as investigações sobre o crime de  roubo e Cárcere privado praticado contra a família do empresário da área de matérias de construção Jorlando Pereira, fato ocorrido no dia 28 de Dezembro de 2016, quando dois homens , utilizando um veículo,  adentraram a Residência da vítima armados, fazendo um adulto e uma criança como Reféns. Posteriormente os dois se dirigiram ao escritório da residência e,  após colocar o veículo na garagem da residência, subtraíram um cofre que continha 1(um) milhão de Reais em cheques, 18 ( dezoito) mil reais em dinheiro, além de joias e documentos da família .


As Investigações se iniciaram após testemunhas relatarem que viram um veículo tipo Gol de Cor Cinza com o vidro traseiro quebrado nas imediações da Residência do comerciante com dois ocupantes. Após esta informação o Dr. Humberto Marino presidente do inquérito determinou aos investigadores o levantamento do veículo e do proprietário até chagarem a residência de um dos envolvidos na Fazenda Urucu zona Rural da Cidade de Quixabeira-BA,  pertencente a família de Danilo de Jesus Jordão 26 anos um dos autores do crime. Lá, além do veículo utilizado no crime foi encontrado o cofre, como os cheques e as joias da família.

A imagem pode conter: carro e atividades ao ar livre

Segundo o Delegado Humberto Marino, após obter a qualificação de Danilo e traçar o perfil do mesmo, iniciou-se as investigações para descobrir o seu parceiro que deveria ser uma pessoa experiente pela forma que foi arquitetada o delito Após 2 meses chegou-se a pessoa de Iris Junior de Oliveira Rios 30 anos, conhecido como “Netinho”. Realizado o Levantamento pregresso descobriu-se que “Netinho” já responde a dois processos em São Paulo acusado de Roubo Qualificado.

De posse de todas as informações e não tendo mais duvida da participação da dupla no crime, foi solicitado Mandado de Prisão Preventiva dos acusados sendo expedido pelo Juiz da vara Crime de Capim Grosso. Após 3(três) meses do crime, “Danilo” foi preso em quixabeira e “Netinho” em Juazeiro. Após transferência para o Complexo Policial de Jacobina, ambos confessaram o delito e estão presos a Disposição da Justiça.
Bahia Acontece / Informações  e fotos; 16º Coorpin

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário