.


Image and video hosting by TinyPic

Image and video hosting by TinyPic

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Críticas de Lula repercutem mal dentro do PSOL: “Revanchista”


Uma declaração de Lula nas redes sociais está repercutindo mal dentro do PSOL. Em entrevista ao jornalista José Trajano, o ex-presidente criticou duramente a legenda que reúne muitos dissidentes antigos do PT. “Eu quero que o PSOL governe alguma coisa que a frescura com o PT vai acabar”, escreveu o petista, em uma clara referência à posição do partido de não negociar com partidos de direita, sobretudo o PMDB, e nem obter doações de grandes empresários.


Segundo Lula, “não se trata de não gostar do PSOL. O PSOL é que não gosta do PT”, reclamando da pouca atenção dada por parlamentares do partido. “Eles vão perceber que não dá pra gente nadar teoricamente. Depois que eles governarem uma cidade, eles vão compreender que nem o Sarney – que em 2006 elegeu 323 deputados constituintes e 23 governadores do PMDB – conseguiu governar”.
Assim que a mensagem foi postada, os psolistas iniciaram uma reação pública. “Porém, utópico (ou frescura pra alguns) não é sonhar com um país justo e democrático de fato. Utópico é acreditar que com o PMDB é possível mudar alguma coisa neste país, por exemplo. Nosso maior aliado para chegar ao poder é o povo e suas lutas!”, escreveu o deputado federal Chico Alencar (RJ).
“Já aviso aos haters antipetistas e anti-Lula que nem mesmo esse momento de equivocação e irreflexão do ex-presidente me fará um antipetista nem vai me impedir de defender seu direito a um julgamento justo. Mas acho uma pena que esse grande líder se apequene à crítica ressentida e revanchista de militante. Uma pena mesmo”, escreveu o também deputado Jean Wyllys (RJ).
VN

Nenhum comentário:

Postar um comentário