Homem é acusado de praticar zoofilia e maltratar animais



Um homem é acusado de praticar sexo e maltratar animais na rua Concórdia, no bairro São João, em Feira de Santana (a 109 quilômetros de Salvador). De acordo com os moradores, José Adriano Nascimento, que aparenta ter 30 anos, é o suspeito pelos atos criminosos.
A Comissão de Proteção dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) realizou nesta sexta-feira, 28, uma ação de resgate e combate à pratica no local da denúncia, mas não encontrou o suspeito. O acusado foi denunciado por moradores.
Em entrevista ao Portal A TARDE neste sábado, 29, a advogada Carolina Busseni, presidente da Comissão da OAB, informou que encontrou o ambiente em más condições. "A situação era terrível, o local totalmente insalubre, com muito lixo, entulho, plantas, com muito fedor, foco de dengue e com muitos ratos".
As investigações serão feitas e caso sejam confirmadas, o acusado pode pegar de 3 meses a 1 ano de prisão, segundo a lei 9.605. Se for constatado mortes no local, a pena pode aumentar de um terço a um sexto.
No momento da ação, uma mulher que se apresentou como tutora do suspeito informou que ele possuía problemas mentais. "Continuaremos as investigações para confirmar o distúrbio, mas até o momento ele é considerado um criminoso", disse a advogada.
Conforme as denúncias, os animais eram pegos no meio da rua e levados para dentro da casa, onde também eram mortos e pendurados com cordas.
Quatro cães e um gato foram resgatados e encaminhados para atendimento veterinário, onde realizam exames clínicos e laboratoriais neste fim de semana. Na segunda-feira, 1º,  os animais deverão ser encaminhados para órgão e instituições que irá disponibilizá-los para adoção.
A operação foi realizada em conjunto com as ONGs de Proteção Animal da Bahia, a Associação de Proteção Animal de Feira de Santana, ABPA Portal do Sertão e o Comando da Policia Regional Leste, que colaborou com as investigações.  A TARDE

Amauri Teixeira apresenta emendas à LDO para 2015

Emenda do Deputado propõe implantação de campus da UFBA em Jacobina.
O deputado federal Amauri Teixeira (PT-BA) apresentou duas emendas à Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) que devem beneficiar a comunidade baiana.
Um delas solicita a construção do novo hospital Ana Nery, em Salvador. A meta faria parte do Programa de Aperfeiçoamento do Sistema Único de Saúde (SUS) previsto para 2015.
“O hospital Ana Nery é o único hospital público de alta complexidade em doenças cardiovasculares na Bahia, além de ser um hospital de ensino que já foi avaliado várias vezes sem ressalvas pelos Ministérios da Saúde e Educação”, ressalta Amauri.
Atualmente o Ana Ney realiza cerca de 60 cirurgias cardíacas(pediátricas e adultas, 200 procedimentos hemodinâmicos, 6 mil consultas e 40 implantes de marca-passo por mês. Nos serviços de refrologia realiza 1800 seções de hemodiálise mensais e transplantes renais em adultos crianças.
“Mas estrutura do hospital hoje não é suficiente para atender a demanda existente, e nesse sentido é importante garantir condições legais para realizar a construção do novo  Hospital Ana Nery”, avalia o deputado.
Campus da UFBA em Jacobina
Outra emenda à LDO proposta pelo deputado Amauri Teixeira prevê a implantação de um campus da Universidade Federal da Bahia em Jacobina. Essa meta faria parte do Programa Educação Superior - Graduação, Pós-Graduação, Ensino, Pesquisa e Extensão em 2015.
“Esta emenda quer a criação de um campus da UFBA em Jacobina, na região noroeste da Bahia, no extremo norte da Chapada. Um polo regional que reúne vários municípios que têm importante papel na economia da região. A implantação do Campus no município irá criar uma oportunidade ímpar para o desenvolvimento regional”, avalia Amauri Teixeira.
Em mais uma emenda, de texto, solicitada pelo deputado tem como objetivo assegurar a autonomia dos tribunais, garantida pela Constituição Federal, quanto a sua autonomia administrativa e financeira. Com isso, seria suprida a demanda dos diversos órgãos e entidades públicos por pessoal especializado, além de proporcionar aos servidores remunerações justas, entre outros pontos.

Morre Roberto Gómez Bolaños, criador de Chaves e Chapolin


 Roberto Gómez Bolaños (sentado) e ex-atores de "Chaves" participam de evento no México (Foto: AP/Eduardo Verdugo)


Morreu nesta sexta-feira (28), às 14h30, aos 85 anos, Roberto Gómez Bolaños, criador dos seriados "Chaves" e "Chapolin". A informação foi divulgada pela rede de TV Televisa. A emissora mexicana foi a responsável pela produção dos programas mais conhecidos do humorista, escritor, ator, produtor de cinema, televisão e teatro.
Em fevereiro deste ano, quando Roberto Bolaños completou 85 anos, um parente confirmou à agência de notícias Efe que a saúde dele era “frágil” e que ele permanecia quase o tempo todo na cama, com acompanhamento 24 horas por dia.
Roberto Bolaños tirou seu apelido do dramaturgo William Shakespeare, cujo diminutivo em Espanhol era "Chespirito". Há alguns anos, ele se mudou para Cancún, no México, junto com a mulher Florinda Meza, a Dona Florinda da série.
Colegas e presidente lamenta
"O México perdeu um ícone, cujo trabalho transcendeu gerações e fronteiras", disse o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto.
 Chaves (Roberto Bolaños) posa ao lado dos personagens Jaiminho (Raúl Padilla), Dona Clotilde (Angelines Fernández), Chiquinha (Maria Antonieta de Las Nieves), Professor Girafales (Rubén Aguirre) e Dona Florinda (Florinda Meza) (Foto: Divulgação/SBT)



Edgar Vivar, que interpretou o Senhor Barriga, falou à Televisa: "Estou em estado de choque. Não pensei que me fosse afetar tanto. Meu telefone não para de tocar. Um abraço compartilhado com milhões de pessoas do mundo. Vou lembrar dele sempre com sorriso e com ânimo. Temos que agradecer a Deus. Seu bom humor é a maior lembrança."

"Roberto, você não vai, permanece em meu coração e em todos os corações de tantos a quem fez feliz. Adeus Chaves para sempre", disse no Twitter Edgard Vivar.
Trajetória
Bolaños nasceu na Cidade do México em 21 de fevereiro de 1929. Estudou engenharia, mas nunca exerceu a profissão. Começou sua carreira profissional na publicidade, onde começou a trabalhar em roteiros.
Escultura de 9m de altura de personagem interpretado pelo mexicano Roberto Gómez  Bolaños está exposta em frente a shopping (Foto: Luis Robayo/AFP) 
Escultura de 9m de altura de personagem interpretado pelo mexicano Roberto Gómez Bolaños está exposta em frente a shopping (Foto: Luis Robayo/AFP)

Casou-se pela primeira vez com a escritora Graciela Fernández, com quem teve seis filhos. Só em 2004 oficializaria seu casamento com a atriz Florinda Meza, a Dona Florinda.
Ganhou o apelido de Chesperito do diretor de cinema Agustín P. Delgado por causa do 1,60 de altura.

Foi só em 1968 que começou sua carreira de ator, na emissora TIM, em séries como “Los Supergenios de la Mesa Cuadrada” e “El Ciudadano Gómez”, em espaços de 30 minutos de duração aos sábados.

Roberto Gómez Bolaños (sentado) e ex-atores de "Chaves" participam de evento no México (Foto: AP/Eduardo Verdugo) 
Roberto Gómez Bolaños (sentado) e ex-atores de "Chaves" participam de evento no México (Foto: AP/Eduardo Verdugo)
Foi só na década de 1970 que começaram a ser exibidos as séries que fizeram de Bolaños um gigante do humor: "Chespirito", "Chapolin" e "Chaves". A partir de 1973, quase todos os países da América Latina tinha na programação de TV episídios dos programas.
Roberto ficou conhecido no México pelo nome de um dos seus primeiro personagens, Chespirito. Mas foram os programas "Chaves" e "Chapolin", ainda exibidos pelo SBT, que ficaram mais famosos no Brasil.

G1





Secretaria divulga resultado do sorteio eletrônico de vagas para cursos técnicos



Com oferta de 13.395 vagas para os Centros Territoriais e Estaduais de Educação Profissional, e respectivos anexos, na capital e interior e 61.887 jovens e trabalhadores inscritos, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia divulgou, nesta terça-feira (25/11), o resultado do sorteio eletrônico de vagas para os cursos técnicos de nível médio, na forma de articulação subsequente, da Rede Estadual de Educação Profissional. O sorteio aconteceu no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, e contou com o acompanhamento de órgãos controladores do Estado, como o Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas, Auditoria Geral do Estado, Conselho Estadual de Educação, além de estudantes, pais de alunos e professores de forma presencial e videoconferência para todas as Diretorias Regionais de Educação (Direc).
“A Educação Profissional oferecida pelo Estado busca atender aquela parcela de estudantes de rede pública que se formou no ensino médio e quer ingressar no mundo do trabalho com uma qualificação. Oferecemos cursos de dois anos de duração e 20 horas semanais em diversas áreas, como da saúde, indústria, arte, informática, turismo, entre outros, distribuídos em 11 pólos tecnológicos”, destaca a diretora do Desenvolvimento da Educação Profissional, Cristina Kavalkievicz. 
A oferta contemplou 48 cursos técnicos de nível médio, dentre eles: Análises Clínicas, Administração, Agroindústria, Agricultura, Biotecnologia, Contabilidade, Documentação Musical, Desenho da Construção Civil, Enfermagem, Edificações, Eletromecânica, Eletroeletrônica, Informática, Nutrição e Dietética, Química, Logística, Segurança do Trabalho, Gerência em Saúde, Guia de Turismo, Meio Ambiente, Petroquímica, Serviços de Restaurante e Bar e Zootecnia.
Matrícula - Os contemplados no sorteio eletrônico podem realizar a matrícula de 9 a 11 de março de 2015, nos Centros Territoriais e Estaduais de Educação Profissional para os quais se inscreveram e no turno em que pleitearam a vaga. No ato da matrícula, devem ser apresentadas cópias e originais dos seguintes documentos: CPF, carteira de identidade, comprovante de residência e histórico escolar.
O início das aulas está programado para 16 de março de 2015, conforme calendário letivo da Secretaria da Educação do Estado da Bahia. (informações Portal da Educação)

VEREADOR RONE DO JUNCO AGUARDA TRANSFERÊNCIA PARA SALVADOR

Fotos: Alana Adrielle
26/11/14- Novas informações passadas pela esposa do vereador Rone do Junco no Show de notícias da rádio Jaraguar AM, o edil está fora de perigo mas sofreu quatro fraturas , e aguarda transferência do Hospital Clériston Andrade de  Feira de Santana para a capital do estado. No carro também estavam a mãe do vereador, que nada sofreu, e uma senhora que sofreu ferimentos graves. Ela teve várias fraturas, inclusive uma exposta em uma das  pernas, e sofreu parada cardíaca, sendo reanimada pela equipe médica do hospital. Segundo consta esta senhora aguarda por uma vaga na UTI do Clériston Andrade ou em qualquer outra unidade de saúde do estado. Segundo a repórter Alana Adriele, da cidade de Riachão, o acidente aconteceu KM 476,da BR-324, a cerca de 10 km da cidade de Tanquinho e envolveu outros dois carros, um VW Gol, um bola e outro geração 5, este com a licença de Riachão do Jacuípe-BA, placa JSL-4951, o bola placa JNN-1264 com licença da cidade de São Domingos-BA.
O vereador viajava em um Fiat Mille Way com placa NZP-8918 licença de Jacobina-BA.  Segundo informações do motorista do Gol bola, o Josafá Pereira dos Santos, ele seguia em direção a Feira de Santana, logo atrás do Mille, quando de repente, o VW Gol geração 5, de Riachão, forçou uma ultrapassagem e bateu de frente com o Mille, Josafá que vinha logo atrás em seu Gol bola bateu no fundo do Mille que caiu em uma ribanceira.
O Gol geração 5 com placa de Riachão pertence ao locutor Gilberto Oliveira, mas no momento do acidente era dirigido por  Evandro Matos, diretor presidente da Rádio Jacuípe AM, ele retornava de Feira de Santana. O locutor foi atendido no hospital de Riachão e liberado em seguida.
Houve furtos de objetos pessoais dos carros, segundo o motorista do Gol bola, vários pertences seus foram roubados, e segundo ele, pessoas ligadas ao vereador disseram que o mesmo também teve objetos roubados. 

Emerson Rocha, com informações de Alana Adriele, blog Hora da Verdade 

Falso padre que foi detido em Jacobina por tentativa de golpe é preso em SP e será deportado do país

O alemão Wolfgang Schuler, de 66 anos, que atuava como falso cardeal, será deportado para seu país de origem, segundo informações da Polícia Federal divulgadas nesta sexta-feira (21). O homem está preso na sede da PF, na Lapa, na Zona Oeste de São Paulo. A deportação para a Alemanha vai ocorrer no prazo de até 15 dias.
Em 2007, o falsário Wolfgang apareceu circulando pelas ruas de Jacobina vestindo a mesma túnica e usando idêntica estola do momento em que foi preso na capital paulista. Naquele ano, o falso padre se apresentou à Paróquia da Jacobina como missionário do clero romano e pedindo ajuda financeira para se manter em sua missão religiosa na região. Desconfiado, o então pároco da Paroquia de São José Operário, Padre José Henemberger resolveu se certificar entrando em contato com as autoridades eclesiásticas da capital do estado, descobrindo que se tratava de golpe, pois não existia nos arquivos da arquidiocese baiana nenhum padre com aquela denominação em atuação no Estado e, sobretudo, em missão religiosa.
O pároco José Henemberger resolveu então prestar queixa contra o golpista na 16ª Coorpin de Jacobina, o que não impediu o falso religioso de continuar circulando pela região e se apresentando como Franz, Joseph e Mário. Localizado naquele mesmo ano pelo radialista Maurício Dias, e questionado sobre a denúncia de falsidade ideológica e charlatanismo feita pela paróquia, o alemão disse ao repórter que "estava a serviço do Vaticano em missão secreta para investigar supostos padres pedófilos na região".
Irritado com os depoimentos criminosos do tal padre Franz, o responsável paroquiano ligou para a emissora de rádio denunciando-o publicamente ao vivo durante programa jornalístico apresentado pelo radialista Maurício Dias, despertando grande polêmica na cidade sobre o assunto. A partir daí, a polícia foi mais uma vez acionada e o golpista detido no Complexo Policial.
Na delegacia local, o alemão repetiu em depoimento a mesma versão, sugerindo ser agente especial do Vaticano para investigação contra práticas de pedofilia patrocinadas por padres na região. Uma vez apresentada sua documentação e ouvido pela autoridade policial, ele foi liberado. As informações colhidas pela delegacia de Jacobina foram imediatamente remetidas para a sede da Polícia Federal na capital por tratar-se de estrangeiro com uso de passaporte. Entretanto, contra o falso padre já existia outra denúncia na Secretaria de Segurança Pública do Estado pelo mesmo motivo, motivando a justiça a decretar sua deportação para Alemanha.

Cidadão do Povo

Assembléia Legislativa da Bahia aprova a criação de 19 Companhias Independentes, entre elas a de Capim Grosso



Foi aprovado pela Assembléia Legislativa do Estado nessa quarta-feira, 19, o Projeto de Lei (PL) 20.980/14, determinado que mais cinco mil militares devem alcançar, ainda este ano, novos postos na Polícia Militar da Bahia (PMBA). A afirmação é do comandante-geral da PMBA, coronel Alfredo Castro. “Temos a certeza de que ela [a lei] veio para reestruturar e modernizar a nossa Polícia Militar. Teremos o avanço nas estruturas da Polícia Militar, onde levaremos condições de promoção aos nossos policiais militares”.
O comandante informou também que serão criados dois novos departamentos com o intuito de melhorar a prestação de serviços aos cidadãos baianos – o de Promoção Social, que visa trazer a valorização dos policiais militares e o de Polícia Comunitária, para fortalecer ainda mais as ações do programa estadual Pacto pela Vida, que tem, entre outros objetivos, aproximar a comunidade e a PM. “São departamentos que visam dar tranquilidade às ações da Polícia Militar, tanto no âmbito interno quanto no âmbito externo da nossa corporação”.
Ainda de acordo com o coronel Castro, a expectativa é que sejam criados novos cargos, novas funções e novos postos e graduações na estrutura da Polícia Militar. “Temos a previsão, já autorizada pelo Governo do Estado, de mais quatro mil cabos, três mil sargentos, 550 subtenentes, e sete vagas para coronéis – três decorrentes de reservas e quatro que chegarão em decorrência deste departamento [de Promoção]”.
A aprovação da lei permitirá ainda a criação de novas unidades da PMBA no interior do estado, como o Comando de Policiamento Regional Sudoeste e o Comando de Policiamento da Região da Chapada; dois esquadrões de Polícia Militar Montada, com sedes em Feira de Santana e Itabuna; um esquadrão de motociclistas também em Feira de Santana; e duas companhias independentes de Policiamento de Guardas, sediadas em Feira de Santana e Itabuna. Além disso, serão criados cinco colégios da PM e mais 19 companhias independentes da corporação, com destaque para Capim Grosso, Riachão do Jacuípe e Ipirá, cidades que integram os Territórios do Piemonte da Diamantina, com sede em Jacobina e Bacia do Jacuípe, com sede na cidade de Pintadas. O projeto pede ainda pela renovação da frota, equipamentos de proteção individual e bases comunitárias de segurança.
Da redação do ARNALDOSILVARADIALISTA.COM, com informações extraídas do site da Secretaria de Segurança Pública do Estado.

FÃS E PILOTOS LAMENTAM OS TRÊS ANOS DA MORTE DE PERNAMBUCO


20/11/14- Hoje fazem três anos que o piloto de velocidade na terra Erinaldo Matias de Carvalho, conhecido como Pernambuco, perdeu a sua vida em um trágico acidente ocorrido na BA 131, na divisa dos municípios de Jacobina e Miguel Calmon. O inquérito policial presidido pelo delegado Cleber Azevedo concluiu que o acidente ocorreu durante um pega realizado entre Pernambuco e outro piloto da categoria pouco antes do do início da prova em Miguel Calmon. No entanto as circunstâncias da morte do piloto ainda são motivo de dúvidas por parte  da família, tanto que a irmã de "Pernambuco", Geralda Matias de Carvalho, entrou com a ação junto ao Ministério Público solicitou uma exumação no corpo do irmão por suspeitar que ele tinha sido assassinado a tiros. A exumação foi realizada em março de 2013, mas os resultado nunca foi divulgado na imprensa.
Três anos após sua morte, no local do acidente até hoje existe um troféu que remete a sua trajetória campeã no automobilismo. Pernambuco  morreu aos 46 anos, era divorciado e deixou uma filha adolescente à época, que hoje tem 19 anos.



image
Pernambuco disputaria a sétima etapa do campeonato baiano de 2011 quando o acidente ocorreu
 

Touros matam morador de ilha do Rio São Francisco e atacam dois policiais


image




Dois touros de rodeio fugiram de um caminhão, mataram um morador e atacaram dois policiais militares em Matias Cardoso, no Norte de Minas. Os animais protagonizaram cenas dignas de um filme de terror na pequena Ilha de Curimatã, banhada pelo Rio São Francisco.

O soldado e o sargento que sobreviveram à fúria dos touros, com ajuda de guardas municipais, dispararam mais de 70 tiros de pistola .40 contra os animais sem conseguir abatê-los. Somente com a ajuda de policiais de uma cidade vizinha, que usaram um fuzil, foi possível derrubar os dois touros.


O subcomandante da Guarda Municipal, Ronicássio José Ferreira, presenciou a luta dos militares e ajudou a salvá-los. Ele conta que na tarde de ontem, a PM recebeu um chamado pelo 190 de moradores da ilha relatando a morte do morador Manoel Carlos Conceição, ferido por dois touros de rodeio. Os animais fugiram de um caminhão, que seguia por uma rodovia da região, atravessaram um trecho de rio e assombraram a ilha. Segundo Ferreira, as pessoas se esconderam em casa, porque os animais estavam furiosos partindo para cima de todos, mas Manoel não conseguiu escapar.


Quando os policiais chegaram à Fazenda Abidalas, onde estava o corpo da vítima, foram surpreendidos pelos dois animais. Os touros cercaram o soldado Leandro e o sargento Freitas, designados para atendimento da ocorrência. “Disparamos várias vezes contra o bicho, porém por mais que os tiros acertavam nele, parecia que nada acontecia. Quando já estava próximo, efetuamos mais tiros e acertamos quase todos, porém ele não caia, momento este que tentamos correr”, relatou o soldado.


O sargento esvaziou três carregadores com 15 tiros cada um, somando 45 disparos. O soldado, por sua vez, usou dois carregadores, com um total de 30 balas e, mesmo assim, os animais não sucumbiram. O sargento foi jogado ao chão pelo touro, sem que o colega conseguisse parar o bicho. O policial foi pisoteado enquanto o outro militar insistia nos disparos até ficar sem munição.


Mesmo ferido, o sargento conseguiu arremessar um carregador para o colega, que rearranjou a arma para chamar atenção do touro e salvar a vida do militar pisoteado. O sargento Freitas chegou a dizer para o parceiro “já era Leandro, vou morrer”. O soldado Leandro, no desespero, chegou a bater no touro com coronhadas, o que também não foi suficiente para matar o animal. Minutos depois, o touro, assustado com os tiros disparados pelo soldado, parou de pisotear Freitas, que foi arrastado e socorrido por guardas municipais.


A Guarda e a PM atuam em parceria na região. De acordo com o subcomandante da Guarda Municipal, foi necessário pedir apoio para militares da cidade de Manga, que fica a cerca de 10 quilômetros da fazenda. Munidos com fuzis 556, os militares do município vizinho conseguiram abater os animais, depois de quase meia hora de terror. O soldado Leandro desabafou: “O sargento e eu estamos bem graças a Deus. Agradeço a Deus por estar vivo juntamente com meu companheiro e somente quem estava lá e presenciou aquelas cenas - que somente vimos em filme - sabe que nascemos novamente”.


A história repercutiu na pequena ilha e em toda a região. Moradores tentaram se mobilizar para encontrar o dono dos touros, mas de acordo com o subcomandante da Guarda Municipal, ainda não foi possível notificar ninguém pela morte do morador e pelo ataque aos militares. Os dois policiais foram para o hospital, mas já estão liberados porque tiveram apenas escoriações.



O caso foi registrado pela PM em um boletim de ocorrência. A corporação tentou encontrar, pelo menos o gerente da fazenda, onde ocorreu o ataque, para questioná-lo sobre a entrada dos animais no terreno, porém não encontrou o responsável. (Informações do Estado de Minas).

Foragido do Conjunto Penal de Feira liderava quadrilha de assalto a banco




Dois homicidas e assaltantes, que integram uma quadrilha envolvida em roubos e explosões a terminais eletrônicos, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), foram apresentados à imprensa, na tarde desta quarta-feira (19), no auditório do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP). Lemilton Brito Pereira, o “Tio Maior”, 51 anos, e Wilson Santos Filho, o “Gordo”, 36, foram presos, na segunda-feira (17), por uma equipe da 10ª Companhia Independente da Policia Militar (CIPM), em cumprimento de mandados de prisão, em uma via pública no centro de Candeias.

O titular da Delegacia de Homicídios Múltiplos (DHM), Odair Carneiro e o major PM Moisés Brito, comandante da 10ª CIPM, contaram aos jornalistas detalhes da prisão dos criminosos, flagrados com um veículo Polo Sedan, de placa JPS-9065, e R$ 3 mil. “Tio Maior” é apontado como líder da quadrilha que explodiu terminais eletrônicos em Madre de Deus, São Francisco do Conde e Feira de Santana.

Indulto

Lemilton era foragido do Presídio de Feira de Santana, desde 2010, quando recebeu o indulto de Natal e não retornou. Ele fora condenado a 90 anos de prisão por homicídio, latrocínio e roubo a banco, cometidos em Feira de Santana. Já Wilson é condenado a 30 anos de prisão por homicídio e roubo a banco. Ele também estava foragido do presídio de Feira, desde maio deste ano, quando recebeu o indulto do Dia das Mães.

A polícia chegou até a dupla após a prisão de Maurício dos Santos, outro integrante da quadrilha, preso em outubro deste ano. Ele foi capturado por policiais do DHM, na Ilha de Maré, dentro de uma lancha que transportava explosivos e armas que seriam utilizadas em mais uma ação da quadrilha. Maurício encontra- se preso no Complexo da Mata Escura, em Salvador.

Em maio deste ano, cerca de dez integrantes do bando, armados, explodiram um terminal de autoatendimento da Caixa Econômica Federal, em Madre de Deus. O mesmo grupo atacou, em julho, as agências do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, em São Francisco do Conde. A quadrilha costuma agir armada com pistolas e submetralhadoras.

“Tio Maior” foi indiciado por furto, roubo, associação criminosa e uso de explosivos. Wilson foi indiciado por associação criminosa. A dupla será encaminhada para o Complexo Penitenciário da Mata Escura. A polícia investiga o paradeiro de outros integrantes do bando.

As informações e foto são da SSP/Ba.

Amauri Teixeira lembra desafios para conquista da igualdade racial



O presidente da Comissão de Seguridade Social e Família, deputado Amauri Teixeira (PT-BA), destacou em discurso no Plenário da Câmara que após a abolição da escravatura pela Lei Áurea, a abolição do preconceito, do racismo, dos crimes de ódio, das diferenças econômicas entre brancos e afrodescendentes ainda deverá ser feita. 
"Daí, a importância do Dia da Consciência Negra, para marcar o reconhecimento da dignidade do negro, para que a dignidade dos afrodescendentes não fique na dependência do arrependimento dos senhores de escravos e nem da pena e caridade diante do sofrimento do negro”, ressalta Amauri.
Para Amauri Teixeira, o Dia da Consciência Negra, 20 de novembro, mostra também as mudanças que aconteceram nos últimos 12 anos a favor do negro brasileiro. Com as políticas afirmativas para vagas nas universidades e nos concursos públicos; mudanças na estruturação do sistema econômico que permitem acesso ao trabalho e alguns serviços públicos, como por exemplo, a política nacional de saúde diante da anemia falciforme.
                                                           
Segundo dados da Pesquisa Mensal de Emprego, do IBGE divulgados em janeiro deste ano, um trabalhador negro no Brasil ganha, em média, pouco mais da metade (57,4%) do rendimento recebido pelos trabalhadores de cor branca. Estamos falando de uma média salarial de R$1.374,79 para os trabalhadores negros, enquanto a média dos trabalhadores brancos  ganha R$ 2.396,74. 
"Muito embora essa desigualdade tenha diminuído nos últimos doze anos, ela continua alta para uma sociedade que se quer plenamente democrática. Segundo dados do IBGE, desde 2003 os salários pagos a indivíduos de cor preta ou parda aumentaram, em média, 51 por cento, enquanto o dos brancos aumentou uma média de 27 por cento",  informa o deputado.
Ainda de acordo com Amauri Teixeira, é provável que na próxima década, a diferença salarial entre brancos e negros será ainda mais reduzida graças a medida do governo federal em adotar o sistema de cotas raciais para o ingresso nas universidades públicas e, mais recentemente, nos concursos públicos.
"A Lei Áurea não representou a libertação dos escravizados. A abolição inconclusa gerou um ato que marginalizou os africanos e seus descendentes, situação que tem reflexos até os dias atuais e que, por meio das políticas públicas, devemos enfrentar. É isso o que nos diz o Dia da Consciência Negra", conclui Amauri Teixeira.

Assessoria CSSF

Associação dos Magistrados Brasileiros divulga nota contra a campanha da OAB contra abusos de autoridades praticadas por juízes.




Nota foi emitida após a OAB  pedir ao CNJ afastamento de juiz que deu voz de prisão a agente de trânsito no Rio

Na última sexta-feira (14/11), a Ordem dos Advogados do Brasil no Rio de Janeiro decidiu pedir o afastamento do juiz ao Conselho Nacional de Justiça e a Corregedoria-Geral da Justiça do Rio. “Desde que o caso do magistrado apareceu na mídia, estamos recebendo inúmeras denúncias sobre a postura dele. Caberá a esses órgãos investigarem e, inclusive, se for o caso, afastarem o juiz durante esta apuração. Vamos cobrar uma postura firme do CNJ e do TJ-RJ e ao mesmo tempo vamos garantir que o juiz tenha todas as oportunidades de se defender, de acordo com o devido processo legal", afirmou na ocasião o presidente da OAB-RJ, Felipe Santa Cruz.
A decisão da OAB-RJ provocou a reação da magistratura. A Associação dos Magistrados Brasileiros divulgou nota contra a campanha que a entidade quer fazer para denunciar abusos de autoridades praticadas por juízes.
" A Associação dos Magistrados Brasileiros desaprova as declarações manifestadas nessa quinta-feira (13/11), pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil — Seccional Rio de Janeiro, e condena o chamamento para a criação de uma campanha nacional para prejudicar a imagem da magistratura brasileira. É lamentável que a OAB-RJ tente explorar uma conduta isolada, que compõe um processo ainda em andamento na Justiça, para promover o linchamento moral dos magistrados, atitude que em nada contribui para o aprimoramento do Judiciário brasileiro ", diz o texto.

FONTE JusBrasil

Leia abaixo a nota da AMB:

A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) desaprova as declarações manifestadas nesta quinta-feira (13/11), pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil — Seccional Rio de Janeiro (OAB-RJ), e condena o chamamento para a criação de uma campanha nacional para prejudicar a imagem da magistratura brasileira.
É lamentável que a OAB-RJ tente explorar uma conduta isolada, que compõe um processo ainda em andamento na Justiça, para promover o linchamento moral dos magistrados, atitude que em nada contribui para o aprimoramento do Judiciário brasileiro.
A AMB defende que seria mais contributivo para o país e para os cidadãos uma ação da advocacia em associar-se à magistratura na luta pela aprovação de leis mais modernas, que tramitam no Congresso Nacional, e que poderiam promover a redução do uso excessivo de recursos e a consolidação das ações coletivas no Brasil, o que contribuiria para agilizar o andamento dos processos.
A associação reitera, por fim, a luta dos juízes brasileiros que atuam em cada comarca do país preservando os direitos e garantias aos cidadãos e na defesa do Estado Democrático de Direito, salientando que a conduta pessoal de cada cidadão não pode servir como parâmetro para julgamento de toda a magistratura brasileira.
João Ricardo Costa

Presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB)
*Atualizado às 19h20 de quinta-feira (13/11).

Seminário discute regulamentação e benefícios do Canabidiol



Nesta terça-feira (18), a Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados (CSSF), promove o seminário “Canabidiol: regulamentação e benefícios no uso terapêutico”. O encontro acontece a partir das 14h, no plenário 07, anexo II.
O CDB é uma substância canabinoide presente na folha da Cannabis sativa , a maconha. De acordo com pesquisadores, não causa efeitos psicoativos ou dependência. Esse elemento tem uma estrutura química com grande potencial terapêutico neurológico. Dessa forma, pode ter ação ansiolítica  antipsicótica, neuroprotetora, anti-inflamatória, antiepilética e agir nos distúrbios do sono.
A polêmica sobre a legalização ou não da importação da substância divide opiniões. Ainda não há no país regulamentação para o uso medicinal da planta, e na prática não há regras claras para definir em que condições ela pode ser manipulada. Porém, recentemente, um primeiro paciente brasileiro conseguiu uma liminar na justiça para importar e utilizar um medicamento derivado da maconha.
Benefícios
Segundo o psiquiatra e neurocientista José Alexandre Crippa, que deve participar do seminário, o canabidiol possui diversas propriedades benéficas comprovadas no tratamento de esquizofrenia, Parkinson, fobia social, transtorno do sono, diabetes tipo 2 e mesmo na cura da dependência de drogas.
Pesquisa USP
Uma pesquisa recente da Faculdade de Medicina de  Ribeirão Preto (FMRP) da Universidade de São Paulo (USP),sobre o uso medicinal do canabidiol (CDB) mostrou que a substância extraída da maconha pode ser eficaz, por exemplo, no tratamento de pacientes com mal de Parkinson. 
Durante seis semanas, uma equipe monitorou 21 pacientes com Parkinson, divididos em três grupos. O primeiro recebeu 300 mg de canabidiol ao dia, o segundo 75 mg e o terceiro placebo (sem princípio ativo). Nem os médicos nem os pacientes sabiam quem estava tomando qual cápsula. Um terceiro integrante  numerou as substâncias e os dados foram cruzados apenas no final e foi constatada melhora no quadro dos pacientes que ingeriram canabidiol na dose de 75 mg, e ainda melhor na dose de 300 mg.
Anvisa
A importação da substância é ilegal. No entanto, a  Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) já afirmou, em nota, que “ainda que o Canabidiol esteja classificado como uma substância de uso proscrito, não há impedimento para que seja solicitado o registro de medicamento com a substância, o que será avaliado em relação a sua eficácia e segurança, caso ocorra. A importação de medicamentos sem registro no país é possível por meio de pedido excepcional de importação para uso pessoal”.
Convidados
-Jaime Moura Oliveira, presidente-substituto da Agência Nacional de Vigilância Sanitária-ANVISA
-João Menezes, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
-Renato Malcher, professor da Universidade de Brasília (UnB)
-Elisaldo Carlini, professor da Universidade Federal de São Paulo( UNIFESP)
-Katiele Fischer, familiar faz o uso do medicamento
-Ronaldo Laranjeira, diretor do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Políticas Públicas do Álcool e outras Drogas do CNPq
-Marisa Alves, psicóloga e coordenadora da Campanha "Maconha Não"
-José Crisppa , pesquisador da USP de Ribeirão Preto
-Mauro Lima, vice-presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp)
-Juliana Paolinelli, familiar faz uso do medicamento
O seminário é uma proposta dos deputados Amauri Teixeira (PT-BA), presidente da Comissão de Seguridade Social e Família, Mara Gabrilli (PSDB-SP), Rosinha da Adefal (PT do B- AL). Zequinha Marinho (PSC-PA), Dr. Rosinha (PT-PR), Paulo Teixeira (PT-SP) e Colbert Martins (PMDB-BA).

Assessoria CSSF

JACOBINA: ASSESSOR DE VEREADOR É PRESO SOB ACUSAÇÃO DE VENDA CLANDESTINA DE COMBUSTÍVEL


A Polícia Civil de Jacobina realizou a prisão de um homem identificado como Kleber Pinheiro dos Santos, no Distrito de Novo Paraiso em Jacobina, sob acusação de venda irregular de combustível. A prisão se deu após denuncias anônimas de que o acusado acondicionava em sua residência, localizada na Trav. Santa Rosa de Lima, uma certa quantidade de combustível que era comercializado abaixo do preço de mercado. Durante a abordagem , os policiais encontraram em um dos cômodos da casa do acusado 28 litros de combustível que estava guardado em garrafas pet. Kleber negou que vendesse combustível e alegou que o que estava em sua casa era para o abastecimento de seus veículos. Diante da situação Kleber foi preso e liberado na noite do sábado mediante pagamento de fiança. Segundo a polícia, o material foi encaminhado para perícia. Em contato com a delegacia fomos informados que o caso segue sob investigação. O acusado foi enquadrado no ARTIGO 1º , INCISO I , DA LEI Nº 8.176 /91, que diz Constituir crime contra a ordem econômica adquirir, distribuir e revender derivados de petróleo, gás natural e suas frações recuperáveis, álcool etílico, hidratado carburante e demais combustíveis líquidos carburantes, em desacordo com as normas estabelecidas na forma da lei;em casa habitada ou destinada a habitação. O delegado citou que, mesmo que não seja comprovado que o acusado vendia o combustível, ele também estaria cometendo crime pois armazenar combustível é crime ambiental, de acordo com o artigo 56 da Lei 9.605/98.
Na ocorrência policial consta que o acusado trabalha como motorista de transporte escolar. Nossa redação também foi informada que Kleber também trabalha como acessor do vereador licenciado e atual Secretario Municipal de Planejamento de Jacobina, Clériston Alves.

Emerson Rocha / Bahia Acontece

OAB quer afastamento imediato de juiz que deu ordem de prisão à ex-agente da Lei Seca




Os conselheiros da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seção Rio de Janeiro, decidiram pedir o afastamento do juiz  João Carlos de Souza Correa, que ouviu da agente de trânsito Luciana Tamburini que "juiz não é Deus". 
A jovem terá de pagar R$ 5 mil por danos morais ao juiz João Carlos de Souza Correa. Ele foi parado em uma blitz da Lei Seca em fevereiro de 2011 e se apresentou como juiz. Internautas ficaram chocados com o caso e chegaram a fazer uma vaquinha para ajudar Luciana a pagar o valor pedido judicialmente.
Ele dirigia um Land Rover sem placa e documentação, além de não estar com a habilitação. Luciana, que trabalhava como agente da operação, retrucou, dizendo "você é juiz, mas não é Deus", e recebeu uma ordem de prisão do juiz por entender que ela o desacatou.
Segundo os conselheiros da OAB, aquele juiz incorpora o distanciamento e encastelamento de parte do judiciário que ainda se comporta de forma arbitrária, como se vivesse na ditadura. Eles decidiram entrar com pedido de afastamento imediato do juiz ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Além disso, eles pretendem fazer uma ação conjunta de entidades para uma campanha nacional para denunciar abusos de magistrados que desrespeitam a Constituição.
Os conselheiros aprovaram também uma nota de moção para cobrar uma “republicanização” do Judiciário do Rio.
O acórdão foi estabelecido na quarta-feira (12). Os magistrados da 14ª Câmara seguiram as decisões do relator, o desembargador José Carlos Paes, do dia 22 de outubro. Ainda cabe recurso.
"(...) Não se olvide que apregoar que o réu era “juiz, mas não Deus”, a agente de trânsito zombou do cargo por ele ocupado, bem como do que a função representa na sociedade. (...) Em defesa da própria função pública que desempenha, nada mais restou ao magistrado, a não ser determinar a prisão da recorrente, que desafiou a própria magistratura e tudo o que ela representa. (...) Por outro lado, todo o imbróglio impôs, sim, ao réu, ofensas que reclamam compensação. Além disso, o fato de recorrido se identificar como Juiz de Direito, não caracteriza a chamada ‘carteirada’, conforme alega a apelante", diz um trecho da decisão
Após saber que seu recurso foi negado pela 14ª Câmara, Luciana afirmou que vai recorrer “até ao tribunal de Deus” para reverter a decisão. Com informações do jornal O Globo.

Reportagem iBahia

PF abre inquérito para apurar denúncia de vazamento do Enem

 

A Polícia Federal no Piauí abriu inquérito policial para apurar se houve vazamento da prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Um estudante da cidade de Picos, no sul do Estado, alega ter recebido a informação horas antes do exame. O Ministério Público Federal no Piauí também abriu investigação do caso.
A denúncia à PF foi feita pelo estudante Jomásio Barros Santos Filho, de 17 anos, anteontem. Segundo ele, a suposta imagem da prova de redação, que teve o tema “Publicidade infantil em questão no Brasil”, teria sido enviada a um grupo de WhatsApp às 10h47 do domingo. O exame começou a ser feito em todo o País às 13 horas. Uma perícia está sendo feita no telefone celular do estudante. A polícia também informou que “todos os envolvidos no caso já estão sendo ouvidos”, sem dar mais detalhes sobre o caso.
Na tarde de domingo, após supostamente sair do local de prova, o autor da denúncia publicou em sua conta no Facebook: “E agora? Como um exame nacional pode ser totalmente seguro e confiável se o tema da proposta de redação já tinha chegado até mim”. Ele ainda publicou um vídeo em que mostra o celular com o horário que teria recebido o arquivo. No vídeo, ele retira o aparelho de dentro do saco plástico distribuído pela organização da prova para guardar os objetos.
Jomásio diz ter ficado surpreso durante a prova, ao perceber que o tema da Redação era o mesmo da mensagem. “Várias pessoas como eu receberam esta mídia com o tema da redação do Enem. E aí, como é que fica?” questionou o estudante no vídeo. Em sua página na rede social, também há críticas ao Enem e ao Partido dos Trabalhadores (PT), feitas antes do fim de semana do exame.

Investigação
Em nota, o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep), órgão do Ministério da Educação responsável pelo Enem, afirmou que “desde o início do exame outras denúncias foram recebidas e, quando apuradas, todas se mostraram infundadas”. Ainda de acordo com o órgão, “o Inep trabalha em conjunto com a PF para dar, cada vez mais, rigor e segurança à aplicação do exame”.
A reportagem tentou entrar em contato com o autor das denúncias, mas ele não atendeu as ligações. À TV Clube, afiliada da Rede Globo no Piauí, ele disse que a mensagem teria sido recebida por mais de 40 pessoas no grupo do WhatsApp. Os agentes da PF recolheram mais celulares de estudantes nos municípios de Picos, Campo Maior e Timon (MA), na divisa com Teresina, por suspeitas de fraude.
Também à reportagem da afiliada da Globo, outros dois estudantes disseram que haviam visto a mensagem antes da prova. “Eu vi essa imagem às 10h54, no domingo, antes da prova. Então eu não tenho nenhuma dúvida de que essa prova vazou”, disse a estudante Larissa Campos Almeida, que teria visto a mensagem no celular de um primo.

EM TEMPO REAL: COELBA NÃO FAZ SUA PARTE E MORADORES PASSAM A NOITE SEM ENERGIA


SEGUNDO UM MORADOR , A INTERRUPÇÃO DA ENERGIA ACONTECE DESDE A MANHÃ DE ONTEM

Prepostos da Morel estiveram no local ontem para fazer o reparo da rede  mas segundo moradores foram embora e não fizeram o serviço, deixando os moradores sem energia elétrica até o presente momento. Comerciantes do bairro reclamam dos prejuízos e dizem que vão acionar a empresa judicialmente. Ontem nossa redação esteve no bairro e acompanhou a chegada de um veículo da Morel , que inclusive furou o pneu ao passar na rua Santo reis. Segundo os moradores, eles trocaram o pneu, olharam a situação e foram embora.Os moradores pedem a reparação urgente da energia e também a recolocação de um poste que foi retirado para a realização do serviço da galeria pluvial que corta o bairro e não foi recolocado. "Os fios que passavam por este poste foram colocados em uma espécie de gambiarra, um cano de metal, e os fios ficaram muito baixos e arrastando no telhado de algumas casas. foi inclusive destes fios que partiu ontem e deixou o bairro sem energia", disse um morador. Eles tem que resolver isso urgente antes que alguém morra eletrocutado por aqui.

Emerson Rocha / Bahia Acontece
 

Trio acusado de canibalismo em Pernambuco vai a julgamento


13/11/14- Teve início nesta quinta-feira o julgamento do trio acusado de matar, esquartejar e comer a carne de pelo menos três mulheres em Pernambuco, entre 2008 e 2012. Jorge Beltrão Negromonte da Silveira, de 52 anos, Isabel Cristina da Silveira, 53 anos, e Bruna Cristina Oliveira da Silva, 28 anos, que ficaram conhecidos como “Canibais de Garanhuns”, encaram o seu primeiro júri popular, relacionado à morte de uma jovem de 20 anos, em Olinda, em 2008. Ao fim do julgamento, os réus podem pegar até 30 anos de prisão.
O assassinato de Jéssica Camila da Silva Pereira foi o terceiro descoberto e atribuído pela Polícia pernambucana ao trio, que vivia uma espécie de triângulo amoroso. Os crimes começaram a ser descobertos em 2012, quando restos mortais de duas mulheres foram encontrados enterrados no quintal da casa dos acusados, no município de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. Com os três, morava uma menina de 5 anos, filha de Jéssica Camila. O processo relacionado às outras duas vítimas corre em segredo de justiça e não tem previsão de julgamento.
O júri popular será presidido pela juíza Maria Segunda Gomes de Lima, no Fórum de Olinda. Os réus foram denunciados pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) por homicídio quadruplamente qualificado (por motivo torpe, meio cruel, impossibilidade de defesa da vítima e com a finalidade de assegurar a realização de outras práticas criminosas), vilipêndio (prática cometida contra o corpo de um ser humano) e ocultação de cadáver.
A promotora responsável pela acusação, Eliane Gaia, falou à imprensa que a culpa dos três réus é igual e que exames provam que os três sabiam o que estavam fazendo.
— Nós temos provas suficientes para derrubar as teses de defesa. Ninguém estava obrigado a fazer nada, todos estavam livres. Eles foram submetidos a testes psiquiátricos que provam que eles são normais. Vou pedir a condenação dos três— contou.
Antes de iniciar o julgamento, a juíza comentou que tem a previsão de encerrar o júri ainda nesta quinta, mas o andamento depende do comportamento da defesa e acusação no plenário:
— É um julgamento comum, exceto a publicidade do fato em si. O que vai acontecer é que a provas do processo serão analisadas pelas partes, tanto pela defesa quanto o Ministério Público. A comoção social de fato aconteceu, porque houve a exposição.
Quando foram presos, em 2012, os réus teriam confessado o homicídio contra Jéssica durante interrogatórios policiais realizados ainda em Garanhuns. Bruna Cristina, uma das acusadas, assumiu a identidade de Jéssica Camila para criar a filha da vítima. O plano, de acordo com a polícia, foi premeditado desde o início. A previsão é de que o julgamento dure até dois dias.

SEITA E CARNE HUMANA

Os “Canibais de Garanhuns” afirmaram fazer parte de uma seita chamada “Cartel”, comandada por Jorge Beltrão Negromonte. Através de um livro, o acusado relatava através de textos e ilustrações como eram realizados os rituais para o sacrifício das vítimas. O trio pregava o “controle populacional” e a “purificação do mundo” e consumiam a carne humana. Eles guardavam partes do corpo em um refrigerador e produziam até salgados, como empadas e coxinhas, que eram vendidos em bairros da periferia de Garanhuns.
O caso veio à tona depois que parentes de Giselly Helena da Silva denunciaram o seu desaparecimento, em Garanhuns, em 2012. Os acusados usaram o cartão de crédito da vítima em lojas da cidade e foram localizados. Na casa onde moravam, os restos mortais de Giselly e também de Alexandra Falcão da Silva foram encontrados enterrados, em local apontado pela filha da primeira vítima do trio.
Jéssica Camila, em 2008 com 17 anos, era moradora de rua do Recife e tinha uma filha de um ano. Ela aceitou morar com os acusados após a promessa de um trabalho com salário atrativo, como empregada doméstica. Na época, os acusados planejaram ficar com a criança depois de matar sua mãe. Após a polícia descobrir os três homicídios, foi trabalhada ainda a hipótese de o trio ter feito outras vítimas em Pernambuco e na Paraíba, o que não se confirmou, de acordo com as investigações.

ANS suspende 65 planos de saúde de 16 operadoras




A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) anunciou nesta quinta-feira, 13, a suspensão de 65 planos de saúde de 16 operadoras. De acordo com o órgão, a medida foi tomada em razão de desrespeito aos prazos máximos de atendimento e por negativas indevidas de cobertura. A estimativa do governo é que a decisão beneficie 586 mil consumidores que já contrataram esses planos e devem ter seus problemas assistenciais sanados.

Das 16 operadoras com planos suspensos, 14 já tinham planos em suspensão no ciclo de monitoramento anterior. Duas operadoras não constavam da última lista de suspensões - dessas, uma tem plano suspenso pela primeira vez. A medida é preventiva e perdura até a divulgação do 12º ciclo de monitoramento.

Ainda de acordo com a ANS, 81 planos de saúde que haviam sido suspensos há três meses tiveram melhoria de atendimento comprovada e estão autorizados a voltar à atividade. Da 28 operadoras suspensas no ciclo anterior, dez conseguiram direito de reativação total dos planos e dez conseguiram a reativação parcial dos planos. Além disso, duas entraram em portabilidade especial, uma teve decretada a portabilidade extraordinária e uma entrou em alienação compulsória de carteira.

O ciclo de monitoramento mais recente registrou 12.031 reclamações. O número de queixas consideradas procedentes (que tiveram a infração constatada) teve queda de 40% em relação ao ciclo anterior. Para a ANS, isso sinaliza que o monitoramento induziu as operadoras a um maior esforço para o atendimento oportuno e adequado dos beneficiários. A maior redução foi constatada nas operadoras de grande porte (acima de 100 mil consumidores), que apresentaram queda de cerca de 60% no número de reclamações procedentes nos dois últimos ciclos.

Os dados mostram ainda que 87,4% dos conflitos foram resolvidos pela mediação feita pela ANS, por meio de Notificação de Intermediação Preliminar. "Esse é o maior índice já alcançado desde o início do monitoramento. A mediação de conflitos agiliza a solução de problemas do beneficiário de plano de saúde", avaliou a agência. O processo prevê que as operadoras sejam notificadas diretamente pelo portal da ANS, em espaço próprio, onde acompanham as demandas. O prazo máximo para a adoção das medidas necessárias é até cinco dias úteis em casos assistenciais e até dez dias úteis para não assistenciais.

O 11º ciclo de Monitoramento da Garantia de Atendimento reuniu reclamações recebidas no período de 19 de junho a 18 de setembro deste ano. Desde o início do programa de monitoramento, 1.017 planos de 142 operadoras já tiveram as vendas suspensas - 847 planos voltaram ao mercado após comprovar melhorias no atendimento.

Atualmente, existem 50,9 milhões de consumidores com planos de assistência médica e 21 milhões com planos exclusivamente odontológicos no país.

A TARDE

MAESTRO JAL NUNES SE PRONUNCIA NO BAHIA ACONTECE SOBRE AGRESSÃO AO DIRETOR DE CULTURA DE JACOBINA

Maestro se mostra arrependido e pede perdão

09/11/14- Seis dias após o desentendimento ocorrido durante uma reunião na Secretaria de Educação em que o Diretor de Cultura Wellington Melo foi agredido, o maestro Jau Nunes entrou em contato com nossa redação para solicitar a postagem de um pronunciamento . No texto o maestro se mostra arrependido e pede perdão a todos os envolvidos na situação, inclusive ao diretor de cultura Wellington melo. Confira no texto em anexo.



PRONUNCIAMENTO

Aquele que não tiver pecado atire a primeira pedra–João 8:1-11 
            Os tropeços da vida existem, eu tropecei, quem nunca tropeçou?
Fiquei  feliz em saber que o Senhor Wellington me perdoou e que está orando  por mim e que a Igreja TAL esta junto com o mesmo, vejo que as coisas vão realmente ficar clara e brancas. Uma atitude digna de um homem de Deus, visto que  neste fato, não tive!
Então , Pedro, aproximando – se dele, disse: Senhor, ate quantas vezes pecará meu irmão  contra mim e eu o perdoarei?  Ate sete? E Jesus lhe disse: Não te digo que sete, mas setenta vezes sete!
Eu sou gente, humano de carne e osso e justamente esta carne falou mais alto, naquele  dia naquela reunião, que era para resolver vários problemas, que devido a ter um inquérito falarei apenas em juízo e após o DESENROLAR!
Somos todos imperfeitos e propícios a errar e acertar, como também de julgar e ser julgado, tenho vários defeitos como todos têm!!! Por isto cometemos erros e ate agredimos pessoas verbalmente, psicologicamente, com calunias e difamações, agressões físicas, em pensamentos, quando enganamos um cliente,  por varias vezes e por anos  e meses.
Eu sai em um programa de TV com o meu projeto e  as pessoas me felicitaram por aquele feito, justo e simples. Mas no dia 03 de novembro de 2014 na Secretaria de Educação de Jacobina, ALGO TERRIVEL aconteceu naquela reunião.
No dia seguinte, JACOBINA EM PESO estava me parabenizando pelo tal feito terrível e sem sabedoria. Quem me abordou, sabe  que falei! Bem assim: Gente! Ele não merecia, pois também erra e apenas não aguentei a pressão e errei. Eu não tive os frutos do espírito santo naquele momento  que conforme a bíblia em vários versículos é: Amor, alegria, paciência, paz, bondade, fé,mansidão, temperança e etc. Em fim eu, naquele momento perdi as estribeiras e fiz o que fiz, e que nada justifica pois em ROMANOS 5 diz assim: (Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo).
  Varias pessoas me disseram que deram aquele murro junto comigo e alguns ainda falaram que iria dar.Acho isto tão absurdo quanto o que fiz e lembrando “sem objeto cortante nenhum”não utilizo armas!
A euforia para me parabenizar, foi tamanha que fique assustado em todos os ambientes que fui nesta semana ,foi deste jeito. Mas ninguém lembrou de lamentar pelo acontecido e quem fez foram poucos, tanto do meu lado, quanto do dele. Rir da desgraça dos outros é fácil, então por favor ninguém venha me parabenizar, pois sou filho de Dio e Dira e  eles não me ensinaram isto!
Eu e minha família sentimos vergonha disto tudo que aconteceu, não temos nenhum GOZO neste tipo de ação! Vou pagar meu preço primeiramente com Deus e depois com a justiça e língua do homem mal.
QUERO AQUI PUBLICAMENTE PEDI PERDÃO  PRIMEIRAMENTE A DEUS AO ILUSTRE COORDENADOR DE CULTURA, O SENHOR WELLIGTON MELO PELA AGRESSÃO! A PROFESSORA AZIZI FAHIEL POR PRESENCIAR ESTE MEU ATO INCIDENTAL. AO PREFEITO O DR. RUI MACEDO POR ESTA DENTRO DAS DEPENDÊNCIAS PÚBLICAS, AO FUNCIONÁRIO CARLOS IRAN E DEMAIS DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO, A PRESIDENTE DA ACAT-ASSOCIAÇÃO CULTURAL ARTE DE TOCAR, JEANE LEMOS, AOS ALUNOS ISRAEL, DURVALINO E JULIANE SANTANA, A IGREJA BATISTA FILADÉLFIA, AO PASTOR MARCIO RAMOS, AOS MEUS ALUNOS EM JACOBINA, NO CDBC, PROJETO ARTE DE TOCAR E EM CAEM NAS ESCOLAS DO ESTADO E DO MUNICÍPIO E SEUS COORDENADORES, AOS IRMÃOS DE OUTRAS IGREJAS ,AOS PAIS DOS ALUNOS, AOS ARTISTAS E MÚSICOS LOCAIS, A MINHA SOGRA, A MEUS VIZINHOS, A TODA MINHA FAMÍLIA AQUI EM JACOBINA E PELO PAÍS E AS INSTITUIÇÕES: NEOJIBA(NÚCLEO ESTADUAL DE ORQUESTRAS JUVENIS E INFANTIS DA BAHIA) UEFS A MEUS COLEGAS E PROFESSORES E AS FILARMÔNICAS JUVENIL RIO DO OURO E  DOIS DE JANEIRO E O PUBLICO DO PROJART.

Por fim estarei ainda esta semana tornando publico através de CARTA o meu afastamento  das seguintes instituições: IGREJA BATISTA FILADÉLFIA (ate tudo ser resolvido), MAS NÃO DEIXAREI  O CAMINHO DE DEUS , pois cair..., mas o levantar é de Deus e ele esta comigo; E como Professor de música e Regente do PROJART – PROJETO ARTE DE TOCAR.

Deus tem me dado a oportunidade  de modificar e intervir através da musica em centenas de lugares que já passei a exemplo de Miguel Calmon, Bom Jesus da Lapa, Caem, Gonçalo, Serrolandia, Santa Maria da Vitória,São Feliz do Coribe, Capim Grosso Lençois, Mirangaba e 20 anos no COMUJA em Jacobina sem nenhum antecedente!

Mas justamente em minha terra veio acontecer tudo isto! Deus sabe de todas as coisas!
Espero que realmente eu tenha sido perdoado, pois também estou perdoando por estes 22 meses que se passaram.
Gostaria de pedir a PREFEITURA MUNICPAL DE JACOBINA  que não olhe para meus alunos, pensando que sou eu!

Porquanto cada árvore se conhece pelo seu fruto. Não se colhem figos dos espinheiros, nem se apanham uvas dos abrolhos.  Pensem nisto! (São Lucas 6,44).


Gostaria de agradecer a Deus por não ter tido algo mais sério com ninguém, a minha família que me apoiou, Ao pastor Marcio, a todas as pessoas que estão orando por mim, que se  manifestaram, que comentaram a favor e contra, a todos que me telefonaram, enviaram mensagens nas redes, aos amigos e irmãos em cristo que foram em minha casa e ao Sr. Welligton pelo perdão! “MISERICORDIA”!     ASSINADO – JAILTON NUNES MARQUES