.

BANNER INTERIOR 728X90 01 DINAMICO ANIM

Covid: Na Bahia, Rui anuncia que quem não tiver a segunda dose não vai poder viajar em ônibus intermunicipais

 


O Governador Rui Costa anunciou nas redes sociais que a partir de 10 de dezembro quem tiver que embarcar em algum ônibus intermunicipal vai ter que presentar o atestado de vacinação da segunda dose da vacina contra a Covid-19. Rui justificou a atitude devido ao aumento de números de casos ativos no estado, que já passam de 3 mil. O Governador também fez um apelo aos prefeitos que também cobrem a vacinação para os funcionários públicos, trabalhadores diretos e indiretos, e que façam mutirões de vacinação.

CONFIRA O ANÚNCIO FEITO NO FIM DA TARDE DESTA QUARTA.

Meus amigos e amigas, diante do aumento do número de casos de ontem, infelizmente passamos três mil casos ativos na Bahia, amanhã nós publicaremos o decreto exigindo que a partir do dia 10 de dezembro todas as pessoas que pretendem utilizar o transporte intermunicipal obrigatoriamente terão que apresentar o atestado de vacinação das duas doses. Exceto aquelas crianças que não estão no período na idade de se vacinar, o restante das pessoas será exigido portanto a apresentação do atestado a segunda dose. As pessoas que já estão na condição da dose de reforço da terceira dose também será exigido a terceira dose de vacinação. É preciso que todos nós tenhamos consciência que a batalha ainda não foi vencida, que o vírus continua circulando, por isso meu apelo para todos os prefeitos do interior da Bahia, aqueles que concordam com a nossa medida, que os funcionários públicos estaduais e municipais devam apresentar o atestado de vacinação. 


BAHIA ACONTECE


ASSISTA ACIMA

2 comentários:

  1. Ditadorzinho ladrão. Sumiu com mais de 48 milhões junto com sua turma e acha que o estado é o umbigo dele

    ResponderExcluir
  2. Quem qizer se queimar politicamente é só seguir ele assistam o video da recepção do povo em morro do chapeu governador ditador está ferindo a lei federal que asegura ao cidadão o direito de ir e vir lei municipal ou estadual nao sobrepoe lei federal.

    ResponderExcluir