.

BANNER INTERIOR 728X90 01 DINAMICO ANIM

Se ainda vivo, Luiz Gonzaga completaria  100 anos hoje.


















Num Tempo em que a produção artística era focada no eixo sul - sudeste, coube a uma voz acompanhada de sanfona amolecer a aridez e hostilidade da caatinga em forma de música. Luiz Gonzaga detinha a arte de inserir.
Melodia em enredos sobre a condição desfavorável da terra onde nasceu.

Hoje, 13 de dezembro de 2012, o Brasil comemora 100 anos do nascimento de Luiz Gonzaga e celebra o legado deixado por um dos maiores ícones da história artística brasileira.

Não sem consistentes motivos, a obra de Gonzaga é lembrada mesmo após 23 anos de sua morte. As suas músicas lideram rankings das mais tocadas até hoje. Acrescentam-se o ineditismo; a forma como ele conseguiu representar através de um estilo a cultura, os costumes, o jeito de seu povo.

Causou revolução no imaginário brasileiro quanto ao nordeste, aproveitando o bom momento dos meios de comunicação à época e apresentando o sertão como um dos vários “brasis”.

Gonzaga influenciou o nordeste, ou o nordeste influenciou Gonzaga? Quando você percebe que muita gente ainda se perde ao responder a pergunta, é sinal do quão importante foi a existência dele para a formação cultural e identidade nacional. Gonzagão e sertão confudem-se. 

O Google está com uma cara bem nordestina nesta quinta-feira. Quem abrir o site de buscas mais visto do mundo vai dar de cara com uma homenagem ao centenário de Luiz Gonzaga que nasceu em 13 de dezembro.

SERTÃO EM FOCO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário