.

BANNER INTERIOR 728X90 01 DINAMICO ANIM
 Água da Barragem de Pindobaçu normaliza fornecimento de água em Jacobina



Conclusão de obra emergencial traz segurança hídrica para o município

A adutora implantada pela Embasa para trazer água da Barragem de Pindobaçu até a estação de tratamento de água (ETA) de Jacobina começou a funcionar este mês, reforçando a oferta e normalizando a frequência do fornecimento de água na cidade. O investimento de R$ 5 milhões foi realizado em regime de urgência por conta da estiagem que, entre o final do ano passado e o início deste ano, baixou a níveis alarmantes o volume de água acumulado dos mananciais utilizados pela empresa. Também contribuíram para a normalização do abastecimento, as chuvas que caíram desde abril, conseguindo encher as barragens de Pindobaçu, do Cuia e do Itapicurizinho. Apenas a Barragem de Cachoeira Grande continua com nível crítico. 
                                                                                                                                             
Para o gerente regional da Embasa em Senhor do Bonfim, Vinícius Araújo, a implantação desta adutora trouxe mais qualidade de vida e tranquilidade à população, já que o município vai contar com mais um manancial para abastecimento humano. “O equipamento também permite maior segurança hídrica para a população”, acrescentou o gestor.

Dona Rita, 60 anos, moradora do bairro Mundo Novo, está aliviada com a conclusão da obra, pois o fornecimento de água está ocorrendo em mais dias da semana. “É uma felicidade grande, porque só Deus sabe o que a gente passou naquele período de seca. Mas, agora, está uma maravilha”, declara a aposentada.

A partir de setembro do ano passado, para enfrentar a falta de disponibilidade hídrica nos mananciais, a Embasa restringiu o volume fornecido de água, realizou campanha de sensibilização para o uso racional de água tratada e implantou, em regime de urgência, uma adutora de nove quilômetros, ligando a Barragem de Pindobaçu até a ETA da cidade e quatro estações de bombeamento capazes de aduzir cerca de 120 litros por segundo de água bruta para tratamento.
Sistema integrado
O Sistema Integrado de Abastecimento de Água (SIAA) de Jacobina, Saúde, Caém e outras localidades prevê um investimento total de R$ 42 milhões e possui, em sua totalidade, 60 quilômetros (km) de extensão. Destes, 58,5 km já foram instalados. Por causa de distrato entre a Embasa e a empresa que realizou a etapa inicial, a obra foi paralisada, sendo retomada, em 2012, de forma emergencial, em duas frentes: a primeira para abastecer a cidade de Saúde e a segunda para abastecer Jacobina. Após esta última, uma nova frente será realizada, compreendendo a conclusão da estação de tratamento de água e lodo em Pindobaçu, a execução de derivação da adutora principal para vários povoados, além de extensão de rede distribuidora e ligações domiciliares.


Bahia Acontece, com informações da Assessoria de Comunicação EMBASA

Nenhum comentário:

Postar um comentário