.

BANNER INTERIOR 728X90 01 DINAMICO ANIM

BA - protestos

Após protestos, cidades anunciam redução da tarifa de transporte

Após as manifestações desta segunda-feira (17), quando mais de 250 mil pessoas foram às ruas protestar contra o aumento nas tarifas de transporte público - além de defender recursos para a saúde e educação e o combate à corrupção -, várias cidades anunciaram projetos de redução da tarifa do transporte público, como Recife, Cuiabá e Porto Alegre.

Em Pernambuco, o governador Eduardo Campos (PSB) anunciou que a tarifa vai cair de R$ 2,25 para R$ 2,15, a partir da próxima quinta-feira (20). "A decisão não é para acalmar os ânimos. O objetivo é fazer um dialogo correto, sabendo que a pauta está em construção dos debates nas ruas", afirmou o governador. O protesto em recife foi menor do que em outras capitais, mas manifestantes prometer voltar às ruas na quinta-feira.
A capital de Mato Grosso, Cuiabá, também vai reduzir a tarifa em R$ 0,10. O novo valor, de R$ 2,85, passará a valer a partir da meia-noite de quarta-feira (19). De acordo com a prefeitura da cidade, a redução também está baseada na Medida Provisória 617. Essa medida, proposta pelo governo federal em maio, zera o PIS/Pasep e Cofins incidentes sobre a receita da prestação de serviços de transporte coletivo de passageiros.
Já em Porto Alegre (RS), o prefeito José Fortunati, disse que vai enviar nesta terça-feira (18) à Câmara Municipal um projeto de lei para reduzir a tarifa para R$ 2,80. A tarifa na capital gaúcha era de R$ 3,05 e atualmente está fixada em R$ 2,85 por decisão liminar da Justiça. O prefeito também vai aplicar a isenção do PIS/Pasep e Cofins prevista na MP 617.

A capital da Paraíba, João Pessoa, também vai ter redução de tarifa. O valor vai passar de R$ 2,30 para R$ 2,20, a partir do dia 1º de julho. Além das capitais, outras cidades também anunciaram redução ou projetos para diminuir o valor da passagem, como Pelotas (RS), Olinda (PE) e Jaboatão (PE).

ÉPOCA

Nenhum comentário:

Postar um comentário