.

BANNER INTERIOR 728X90 01 DINAMICO ANIM


Órgãos públicos gastam R$ 4 milhões em ingressos para a Copa da Confederações

Órgãos públicos gastaram ao menos R$ 4 milhões na compra de ingressos da Copa das Confederações, que começa amanhã. A Terracap, estatal do Distrito Federal, gastou R$ 2,8 milhões em 1.000 ingressos e um camarote com 18 lugares para receber, segundo o governo do DF, “personalidades da cidade e potenciais investidores”. O Banco do Brasil gastou R$ 1,3 milhão para convidar clientes de alta renda. A Caixa Econômica Federal adquiriu 146 ingressos por R$ 265 mil.
Só VIPs
O Banco do Brasil diz que a prática é comum no mercado bancário e não informa a quantidade de camarotes ou ingressos, alegando estratégia comercial.
Loteria
A CEF diz que adquiriu os ingressos para ”promover campanha interna de vendas junto à rede lotérica do banco”, e não forneceu mais esclarecimentos.
Exportação
Apex, agência federal de exportações, gastou R$ 445.780 com a compra de 1.987 ingressos para compradores estrangeiros, investidores e empresas.
Local 1
A Prefeitura do Recife gastou R$ 250 mil por um camarote e 459 entradas. A assessoria não informou quem irá ao camarote e disse que os ingressos serão dados a estudantes municipais.
Mimos
A maioria dos ingressos vendidos para esses órgãos faz parte de um pacote chamado “hospitality”. Ele inclui serviços de bufê, aperitivos e bebidas antes e depois dos jogos, além de brindes.
Mimos 2
A Caixa adquiriu ingressos na categoria “Match Lounge”, com mesas e balcão com aperitivos, bebidas e área de boas vindas com atendentes multilíngues.


BOCÃO NEWS

Nenhum comentário:

Postar um comentário