.

BANNER INTERIOR 728X90 01 DINAMICO ANIM


SSA: PRESO HOMEM QUE MATOU APOSENTADA NO ITAIGARA


O assaltante e traficante Augusto Santos Vilas Boas, 20 anos, autor confesso do tiro de revólver que matou a aposentada Virgínia Maria Pacheco Nonato, 62, nas imediações de uma loja de bijuterias, no MaxCenter, no bairro do Itaigara, em Salvador, foi apresentado à imprensa na tarde desta terça-feira (25), no auditório do edifício sede da Polícia Civil, na Praça da Piedade.



Num imóvel ocupado pelo criminoso, no Engenho Velho da Federação, policiais civis e militares apreenderam na quarta-feira última (19), quatro relógios subtraídos da loja e a arma utilizada no assassinato, ocorrido no dia 8 deste mês.

Segundo o delegado João Cavadas, titular da 14ª Delegacia Territorial (DT/Barra), que conduziu a apresentação de Augusto, ao lado do tenente PM Marciano, da 41ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), também havia no esconderijo do traficante cerca de meio quilo de cocaína, distribuído em dezenas de cápsulas, uma balança de precisão e quatro projéteis de pistola ponto 40.



Kátia Carine Almeida Leal, 35, mulher de Augusto, e Maurício Souza da Silva, 18, que estavam no imóvel, foram presos em flagrante. A gerente da loja reconheceu os quatro relógios encontrados na casa, ainda com as etiquetas, como parte do estoque roubado do estabelecimento.

Um segurança do centro comercial, que entrou em luta corporal com um dos assaltantes, também reconheceu Augusto como um dos quatro homens que atacaram a loja e fugiram do local atirando.

Confissão

Ao ser interrogado na 14ª DT, o criminoso admitiu ter disparado o revólver para facilitar a fuga do grupo, tendo um dos projéteis atingido a aposentada, quando ela caminhava pelo corredor externo do shopping. O delegado João Cavadas apurou que Augusto já esteve preso por tráfico de drogas e responde a processo.

A operação conjunta no Engenho Velho da Federação contou com a participação de equipes da 14ª DT, da 11ª CIPM e da 41ª CIPM, unidade comandada pelo major Jutamar. Augusto Vilas Boas foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, porte ilegal de arma e receptação, e teve também a prisão preventiva solicitada à Justiça, pelo delegado João Cavadas.

Os outros três homens envolvidos no assalto à loja de bijuterias, no início deste mês, já foram identificados e são procurados pela polícia. O Departamento de Polícia Técnica (DPT) periciou a droga, a arma utilizada no assassinato e o restante do material apreendido.

Kátia Carine, autuada por associação ao tráfico, está custodiada na carceragem da Delegacia de Repressão a Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca), em Brotas. Maurício da Silva, autuado em flagrante por tráfico de drogas, e Augusto serão encaminhados para o sistema prisional.

FONTE: SECOM/ BA
FOTOS: SALVADOR NOTÍCIAS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário