.

BANNER INTERIOR 728X90 01 DINAMICO ANIM
 A TARDE AFIRMA:  MINISTÉRIO PÚBLICO SUSPENDE PROMOÇÃO DO CAMARO AMARELO

Gerente de Jacobina nega informação e diz que promoção continua.

Segundo matéria publicada no Jornal A Tarde, O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou uma ação civil pública e suspendeu uma promoção da loja Real Calçados, que sortearia para os clientes um Camaro amarelo.
Apesar da campanha abranger as unidades localizadas em vários municípios baianos , a loja não possuía autorização prévia da Caixa Econômica Federal ou Ministério da Fazenda - determinada por lei - para realizar o sorteio.
Após ser procurado por consumidores e comerciantes que se sentiram lesados com o sorteio, o advogado Rogério de Araújo Melo emitiu um parecer jurídico. Segundo ele, a autorização é obrigatória para evitar que alguns clientes sejam favorecidos no sorteio, na chamada "marmelada".
"Eles chegaram até a divulgar um número de autorização, mas na realidade era apenas o número do pedido. A autorização já estava indeferida. Eu não sei dizer os motivos da não autorização, porque a Caixa fiscaliza diversos fatores", afirmou o advogado, em entrevista ao site Acorda Cidade.
Se a loja não cumprir a determinação e realizar o sorteio, será penalizada em R$ 200 mil, que é o valor do prêmio. Além disto, a Real Calçados será obrigada a suspender toda a campanha e informar aos consumidores por meio da divulgação em um jornal de grande circulação.
A reportagem do Portal A TARDE tentou falar com a empresa responsável pela promoção, mas ainda não teve retorno.

Em Jacobina, a direção do Bahia Acontece entrou em contato com Valter,  gerente de uma das Lojas Real Calçado da cidade, que relatou que até o momento não recebeu nenhuma informação da matriz de que a campanha foi suspensa, e que  promoção continua acontecendo. 

"Temos uma autorização da Caixa Econômica para realizar a campanha e isto deve ser algum boato plantado pela concorrência", disse o gerente.
A promoção, segundo Valter, continua para os clientes da loja, e o sorteio acontecerá dia 13 de julho, garantiu.
O gerente ainda nos enviou uma cópia de uma autorização emitida pela Caixa Econômica Federal que, segundo ele, dá total respaldo para que a promoção aconteça sem nenhum tipo de impedimento.
Emerson Rocha, com informações de A Tarde, Acorda Cidade.



CLIQUE PARA AUMENTAR IMAGEM




Um comentário:

  1. picaretagem não é???????? coisa feia "Real calçados" e ainda bem que eu não compro na REAL, não gosto da loja e dos funcionários, são muito mal educados, entrei na loja uma vez e fiquei lá esperando ser atendida e todos os funcionários conversando, falando mal de uma cliente que tinha acabado de sair, achei isso horrível e nunca mais entrei na loja! todas as duas lojas de Jacobina o atendimento é horrível, muita gente fala, e eu confirmo!

    ResponderExcluir